quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Eu sofro de Camelismo™

No meu dicionário, tanto quanto no de alguns dos meus amigos, camelismo é: o ato de camelar; ação de quem é camelo; doença que afeta pessoas com síndrome de camelo.

Ou seja, sofro de camelismo pois sou um camelo. 

Não, eu não tô falando que eu sou um animal meio corcunda (obviamente existe uma razão do porquê eles serem assim e mais óbvio ainda eu não procurei), embora eu seja meio torta mesmo. Por culpa do computador. Eu tô falando que eu sou um camelo porque existe todo um apego, enorme, enorme mesmo entre eu e água.


Eu não sei nadar, eu consigo me afogar tomando banho de chuveiro, mas eu e a água temos um belo de um relacionamento. Todas as noites eu e uma garrafinha vamos juntas pra cama. E eu não consigo não ir junto com uma garrafinha de água pra cama. Seja lá em qual lugar eu esteja, com quem eu esteja, ou época do ano, eu preciso saber que eu tenho uma garrafinha de água ao meu alcance. Por assim o ser, já levei grandes julgadas enquanto dividia cama porque mesmo depois de estar deitadinha, quietinha, a dois passos de pegar no sono, eu levantava do nada pra, é claro, beber água.

Quando chego no trabalho a primeira coisa que faço, logo depois de abrir todas as persianas, é encher um copo de água geladinha. Talvez eu nem beba 2 litros de água por dia, mas por certo eu terei um copo de água na minha mesa do escritório, uma garrafinha de água na minha mesa de aula e outra garrafinha do lado da minha cama.

E se eu não bebo 2 litros de água por dia, eu certamente bebo a maior parte de água antes de ir dormir. Eu preciso. Eu deito, sinto a garganta seca, tomo água. E isso não acontece uma ou duas vezes. São no mínimo três, só pra eu ter certeza que o carburador não vai ferver no meio da noite. E às vezes ele ferve, porque eu acordo não pra ir no banheiro ou porque precisava mudar de posição porque o braço estava dormente, eu acordo pra beber água. Muita água.

Perdoa meu camelismo e não desiste de mim inclusive me ame
Quando preciso fazer voltas pela cidade e não levo água, penso em todas as possibilidades do porquê seria melhor se eu tivesse A Melhor Bebida do Mundo™ comigo. Afinal, vai que eu caia de um barranco e uma pedra acabe prendendo o meu braço, e, imóvel, sou obrigada a beber xixi porque não levei água junto? Realmente, são tantas possibilidades. Aí quando, por sorte, nenhuma delas se concretiza, e também não paro pra comprar água geladinha com gás, eu volto pro escritório e, desesperada, bebo toda a água que eu queria ter bebido naquele tempo, só pra garantir, porque vai que eu sinta sede mais tarde, ou vai que eu fique sem água mais tarde, né?

É mais forte que eu, não dá pra controlar, e em minha defesa eu tomo remédio antes de dormir e remédio assim que acordo, e diferentemente das pessoas nos filmes que tomam remédio no seco, eu preciso de água. E poxa, água é bom. Água é vida. Nós somos água. Então, migos, aceitem que eu sou #proudCamelo porque vai ter garrafinha de água, sim. E muito.

BEDA (blog everyday in august) #12

13 comentários

  1. Bem que eu queria ter tanto amor pela água quanto você tem, Ana. Sabe que eu consigo passar um dia só com dois copos de água? Sério. Não gosto de água. Acho sem graça, mas ponha uma água de coco na minha frente e eu PIRO MUITO.
    Vou me inspirar em você pra beber mais. Sei que faz bem, sei que os médicos recomendam DOIS FUCKING LITROS, mas é foda quando você ingere algo porque precisa e não porque gosta. E remédio sem água? Sou pro nisso. Só se a capsula for muito grande é que não tem gente.

    Não se desculpa pelo seu camelismo. Culpe os outros por não serem assim HAHAHA

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Amiga do céu, queria eu ter esse apego com água, mas não consigo. Sempre tenho garrafinhas comigo, sempre tenho um copo de água no trabalho, mas não é como se eu bebesse de fato. Quer dizer, eu bebo do copo do trabalho sempre porque fico com peso na consciência de desperdiçar água. Mas as garrafinhas? Coitadas. Sei lá, queria muito beber água porque, como você mesma disse, água é vida, mas não consigo ser mais desapegada.

    beijo <3

    ResponderExcluir
  3. Será que Camelismo é contagioso? Não rola passar pra mim? Seria muito eficaz pra desfazer uns ~cristais anormais~ que apareceram nos meus últimos exames médicos. Quase não bebo água :(

    ResponderExcluir
  4. Acabei de descobrir que sou um camelo também! Não sei viver sem uma garrafinha de água por perto. Aqui em casa tem umas 20 na geladeira e eu esvazio a maior parte delas todos os dias. Levo pra aula, pra cama, deixo do lado do computador...

    Sabe, eu não tinha esse hábito, comecei - espontaneamente - há pouco mais de um ano e, meu, me sinto tão melhor! Sofro de camelismo sim e tô muito bem com isso! :D

    Beijas,
    Blonde Chaos

    ResponderExcluir
  5. Não fazia ideia de que existe um termo pra gente assim e, assim sendo, também sofro de camelismo! HAHA, eu carrego minha garrafa de água pra todo canto, sempre. No meu criado tem uma moringa que eu encho de água sempre antes de dormir. Quando chego no trabalho, depois de deixar o computador ligando, a primeira coisa que faço é buscar minha garrafinha na geladeira (sempre a encho antes de sair e coloco na geladeira pro dia seguinte). Água é bom demais, isso sim. ♥

    ResponderExcluir
  6. tbm não fico sem minha garrafinha e por conta disso vou ao banheiro 28198219 vezes por dia mas quem liga? água é amor <3

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
    EU TÔ GARGALHANDO COM OS GIFS!
    Os camelos acabam de entrar na minha lista de animais pra ficar procurando gifs obsessivamente e rindo feito idiota. Obrigada.

    Então, eu também não fico sem água. Só que a maior loucura é que eu nem bebo tanta água (???), só preciso saber que ela tá ali, sabe? Tipo, sempre levo um copo d'água pro quarto quando vou dormir, só que nunca acordo no meio da noite pra beber água. Dou um golinho antes de deitar e no dia seguinte o copo amanhece intacto. Mas, claro, se eu esqueço a água ou fico com preguiça, é ÓBVIO que eu não vou conseguir dormir, porque preciso beber água. Se eu tomasse o tanto de água que eu carrego pros lados, certeza que ia ser magra e ter a pele linda da Gisele Bundchen (quer me matar de raiva é mulher maravilhosa falar que o segredo da vida é beber água).

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu reparei que meu lado ~camelo de ser~ só se manifesta durante o período letivo. Não sei se tem alguma razão específica ou se é apenas costume, mas enquanto estou indo pra faculdade, eu preciso saber que tenho uma garrafinha de água - sempre cheia, de preferência - dentro da bolsa. Durante as aulas eu PRECISO tomar muita água. Às vezes por sede, às vezes só pra não dormir sentada... O fato é que sinto essa necessidade também. Agora quando estou só em casa, de férias ou algo assim, meio que tenho preguiça de tomar água. Sim, me julgue.

    Achei muito divertida a forma como tu narrou esse apego pela água e acho que tens sorte. Ao invés de água, podia ser algo muito pior, então, agradeça.

    Aliás, eu também não consigo tomar remédio no seco.
    Não sei como esse pessoal de filme/novela consegue.
    Deve ser balinha.

    beijo, Ana!

    ResponderExcluir
  9. Hahahah! Que engraçado Ana! Eu adoro beber água mas... não no inverno. Tenho esse bloqueio e não sei explicar o porquê.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Eu jurei que esse seria um post sobre o Marcelo Camelo. Sério, por um longo momento eu preparei o meu lado fangirl e já tava imaginando que a gente ia bater o maior papo sobre as músicas, sobre a barba, sobre o sono que ele dá de vez em quando. Não foi dessa vez. :(

    Olha, eu não bebo tanta água assim. Aliás, eu bebo tão pouca água que eu já tive problema nos rins, mas não bastou pra me fazer tomar vergonha na cara. Ando com a garrafinha pra lá e pra cá, e, enquanto ela está cheia, eu tô bebendo. Meu problema é quando ela esvazia, porque affffffffff que preguiça de ir lá encher de novo. Te invejo por esse hábito, porque tua pele deve ser maravilhosa AHAHAHAH

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. HAHAHAHAHHA mas gente? Eu jurava que o post era sobre o fato de que você não tomava água nunca, mas aí entendi que é porque camelos bebem não sei quantos mil litros de água de uma vez só pra poder passar 1 mês sem hahaha mas que coisa!

    beijo!

    ResponderExcluir
  12. Ei Ana! Você não sabe o quanto me fez bem ler isso e ver que não tô sozinha.
    Eu bebo tranquilamente mais de 2 litros por dia porque é muito maravilhosa a tal da água. <3
    Também não sei nada e periga eu afogar naqueles bebedouros que jogam a água num jato pra cima, sabe?
    E com essa crise de água eu estou MUITO preocupada com o meu tempo se sobrevivência na terra, já até cogitei começar a treinar o corpo com menos água pra gente viver mais e tal. Mas não dá.
    É muita delícia num líquido só. Geladinha e com gás então, que coisa maravilhosa.
    E olha que hoje escrevi num texto sobre perspectivas do futuro e nos desejos está que ainda tenha água. Claro que se acabar não vai ter futuro, mas só pra garantir né.

    Ai que sede.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. meu namorado te entende, sério. ele sabe exatamente o que tu sente. só isso explica ele quase acabar com 20 litros de água passando dois dias aqui em casa.

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall