terça-feira, 4 de agosto de 2015

A maquiagem que atrasa

Eu não ando saindo muito. Ultimamente ando meio vó, indo dormir antes da meia noite na sexta, antes da uma do sábado, e só de pensar em ficar até tarde em uma festa eu já penso em dormir escorada em algum canto. E isso vem de alguém que ficava até quatro, cinco horas da manhã assistindo TV. E eu amo assistir TV. Vocês sabem. Mas eu ando meio vó. Preferindo programa de vó (lê-se, com choque, ver TV), e meio sem saco pra festa.

Só que esse mês eu me obriguei a sair pra night, duas vezes, porque fuck it, é meu aniversário, eu quero dançar, passar maquiagem e ajeitar o cabelo. Afinal, se existe uma coisa que é obrigatória em programa de vó, essa coisa é vestir pijama e/ou moletom. E eu sempre visto a roupa obrigatória usando um coque horrível no cabelo embaraçado.

Porém, né, eu me obriguei a sair. E se tem algo que me deixa com palpitações de nervoso (tá, nem tanto) é a hora de ter que me #montar, #produzir e passar o reboco. Eu preciso de um bom tempo pra deixar a maquiagem do jeito que eu gosto. Fico nervosa só de pensar em estragar o olho na hora de passar delineador e ter que refazer tudo de novo depois de deixar a produção quase pronta.


Então no último sábado eu saí pra night e graças a R'hllor com a maquiagem foi tudo ok (embora eu ache que poderia ter economizado maquiagem e pilas e ficado em casa vendo TV).

O que não foi ok foi o pesadelo horrível que eu tive sobre isso. Sério. Eu cheguei a sonhar que a maquiagem que eu fiz ficou um lixo. Eu tinha escolhido um rosa pra usar de sombra que ninguém em sã consciência escolheria. Com preto. Preto, gente. Vocês imaginam o terror. Não tem nada que possa estragar uma maquiagem como sombra preta. Exceto se talvez você seja uma super maquiadora, mas pra mim, mera mortal, que quando uso preto tenho que usar delicadamente pra não sair feito um panda que levou um soco... Bem, aquilo foi aterrorizante. 

Pra melhorar eu não conseguia ajeitar a makeup. Ela ficava pior a cada nova pincelada, e eu acabei atrasando tudo (eu odeio pressão) porque eu não ajeitava a desgraçada. 

Eu acordei toscamente com o coração na boca. Um problema que só quem partilha da vibe consegue enxergar. 

É definitivamente um white girl problem combinado com um first world problem da pior forma possível, mas que conseguiu me deixar numa pilha louca a ponto de acordar por causa disso.

A lição que eu tirei e já sempre soube foi: gente, se maqueiem antes. Não deixem pra última hora. E não escolham aquele rosa como sombra. Por favor. 

BEDA (blog everyday in august) #4

7 comentários

  1. Miga, vó super me define. Não sei até que ponto isso é saudável, mas mil vezes ficar em casa. Moletom: melhor roupa. Ver tv: melhor programa. Nossa, amo demais, meu céu. Momentos. Me acabei aqui só de imaginar uma sombra rosa porque gente, rosa. Ninguém usa sombra rosa, não é possível. Gosto de ter tempo pra me maquiar porque senão tudo dá errado e pior do que sair de casa é sair de casa se sentindo feia, então né.
    Mas ainda bem que foi tudo um sonho. Ainda bem.

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. Mas deixa eu te contar que com a prática vem a ~perfeição~ jura. A verdade é que eu passei a ter espinha do mais absoluto nada e tive que começar a usar um pouco de maquiagem, só que o pouco vem o muito e agora todos os dias eu passo bb cream, pó, delineador, rímel e batom. Agora não tem mais jeito. Hahaha
    Essa de começar com bastante tempo é uma verdade verdadeira, porque com certeza vai precisar refazer tudo de novo e affffff que horror.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. hahahahahaha mas eu sou igual, guria! O D E I O me maquiar. Não é que eu não goste de maquiagem, mas é que: ai, gente, que coisa complicada. É chato de passar e pior ainda pra tirar. A pessoa fica duas horas esfregando os olhos e ainda tem resquícios. Eca, eca, eca. Também costumo ter pesadelos quando fico ansiosa por algo. Normal, né? Mas uma hora, rola. Uma hora vou acordar fazendo a diva e sabendo fazer perfeitamente bem aquele make maravilhoso.

    Muáh! ;*

    ResponderExcluir
  4. Quando eu vejo que tô muito atrasada e nem terminei o primeiro olho, bate uma vontade louca de chorar de raiva. Aí lavo a cara e vou só de batom-e-rímel.

    ResponderExcluir
  5. Levei um tempo até pegar o jeito com a maquiagem, e não deve existir um tutorial da Camila Coelho que eu já não tenha visto, amado e sentido raiva por não saber copiar as maravilhas que ela faz na própria cara. Hoje, eu passo o normal, mas faço os olhos antes de fazer o resto do rosto. Não passo nem corretivo nas olheiras, só ajeito a sombra bonitinha, ilumino aonde eu quero, passo o deliniador (amo/sou, mas até pegar o jeito foi uma merda sem tamanho) e, se borrar tudo, é menos coisa pra tirar e menos produto jogado fora. ahahahaha Depois eu me preocupo com o resto, que é rapidinho.

    Me sinto obrigada a defender a sombra rosa, porque eu uso AHAHAHAHAHA Não sempre nesse tom, é claro, sobretudo se eu for sair durante o dia, mas eu uso e, aliás, adoro. Não sei porquê. Não misturo rosa com preto, porque me borro toda com a sombra preta, mas afffff tão bonitinho quando eu quero destacar os olhos.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Tô chorando de rir imaginando a cena. Tu acordando assustada depois daquele rosa horrível traumatizante misturado com preto. Seria trágico se não fosse cômico. Mas vou controlar as risadas aqui porque passo pelo mesmo problema. O que eu decidi, portanto, é não arriscar. Sei que é errado, quem não arrisca não petisca, mas mesmo assim. Sombra comigo não rola. Fora que sou bem vó também. Ficar em casa assistindo a alguns filmes ou até mesmo TV nossa de cada dia >>>>>> sair.

    Quando resolvo sair, preparo apenas a pele, passo um delineador (que por si só já me deixa apreensiva porque as chances de cagar tudo e ter que começar do zero são altíssimas) e ando apostando bastante nos batons escuros. Aquela regra de olho básico, boca carregada me deixou mal acostumada. Afinal, é mais fácil passar um batom do que ousar nas sombras. Mas um dia eu faço um curso e aprendo esse negócio de maquiagem. Ah, sim.

    ResponderExcluir
  7. Menina, pra mim a melhor parte de sair é poder me maquiar, acredita? Talvez seja porque eu assista um milhão de tutoriais de maquiagem todo dia, só pela diversão, aí quando tenho a chance de colocar alguma coisa em prática, fico eufórica. E na verdade eu sou bem básica, sempre prefiro passar um batom forte do que fazer algo mais elaborado no olho, então quando a ocasião pede eu me jogo.

    Mas entendo sua ansiedade, sempre que vou fazer um olho mais forte fico morrendo de medo de dar tudo errado. O que normalmente acontece comigo é que um olho NUNCA fica igual ao outro, mas é aquele diferença mínima que ninguém percebe além de você. Só que eu não consigo ficar quieta, aí vou mexer, aí o que era um erro discreto vira um erro catastrófico, e no fim das contas eu limpo tudo, passo um batom vermelho e saio, heheh.
    beijos!

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall