domingo, 22 de fevereiro de 2015

Aquece Oscar #4: The Theory of Everything, American Sniper e Selma

Pra encerrar as não-review-porque-são-mais-opiniões-pessoais sobre os filmes indicados a Best Picture do Oscar 2015, aqui vamos nós. 

THE THEORY OF EVERYTHING
James Marsh
Elenco: Eddie Redmayne, Felicity Jones

Indicações: 5
Indicado em: Melhor Filme (Best Picture), Eddie Redmayne - Ator principal (Actor in a Leading Role), Felicity Jones - Atriz principal (Actress in a Leading Role), Roteiro Adaptado (Writing - Adapted Screenplay), Trilha Sonora (Music - Original Score

A Teoria de Tudo é o filme sobre a vida e o relacionamento do físico Stephen Hawking e sua esposa.
A Teoria de Tudo é um filme mamão com açúcar que não tem como não gostar. É leve e lindo. É mais do que física (a negação da minha vida): é sobre o amor. É piegas, mas é verdade. Nele somos levados lá pro comecinho do relacionamento do Stephen e da Jane. Ele retrata todo o perrengue, a compreensão, o apoio e a cumplicidade do que foi o casamento desse casal que foi mega interpretado pelos dois conhecidos-mas-nem-taaanto atores.

Esse foi provavelmente um dos filmes que eu mais vi ser divulgado quando fui passear na terra da rainha. E também, pudera, ele é quase todo lindamente ambientado em terras inglesas. E é bonito! Fofo. E um dos filmes que eu mais curti dos indicados desse ano. Sérião.

Não sei se leva o melhor filme. Mas se o Eddie não levar de melhor ator, vou dar uma de Tania Barraqueira no liveblog desse ano. Vocês vão ver. O cara tá genial. Fico pensando como ele aguentou  gravar tantas cenas e por tanto tempo da forma que ele gravou.

No final das contas? Indico muito. Indico mermo. Abram o coração, assistam, e se apaixonem.

AMERICAN SNIPER
Clint Eastwood
Elenco: Bradley Cooper, Sienna Miller

Indicações: 6
Indicado em: Melhor Filme (Best Picture), Bradley Cooper - Ator principal (Actor in a Leading Role), Roteiro Adaptado (Writing - Adapted Screenplay), Trilha Sonora (Music - Original Score), Edição (Editing), Mixagem de Som (Sound Mixing), Edição de Som (Sound Editing)

Não preciso nem dizer sobre o que o filme é, né? O título entrega que é só mais um filme mostrando como os EUA são bons, são heróis, enquanto o resto do mundo (especialmente o oriente médio) não é. 

Sendo sincera, eu não curti o filme. Sendo mais sincera ainda, eu não curti nada no filme. Nada mesmo. O filme é uma mistura de clássico patriotismo dos caras (o que até é super legal, considerando que a maioria dos brasileiros não sabe o que é isso) com aquele óbvio requentado assunto da guerra no oriente. Ah, e é sobre o Chris Kyle, a lenda que matou mais de 150 pessoas pra salvar a pátria etc etc. 

Essa imagem resume bem esse entre tantos outros filmes com essa temática. Não guento mais filme assim. Não guento mais a academia pagando pau pro Bradley Cooper, que entregou um papel ok mas que nunca vai se igualar ao calibre dos protagonistas de Theory of Everything, Foxcatcher ou Imitation Game, por exemplo.

Queria por uma vez que Hollywood, ou o cinema internacional, reconhecesse algum filme que mostrasse o estrago que eles fizeram no Iraque. Com as pessoas de lá. As famílias de lá. Tudo. 

Não tô discutindo a ~guerra~ e as razões dela. Mas se eles podem fazer um filme sobre como ela afetou seus guerreiros, por que não mostrar o lado contrário? Se esse filme existe, quero ver. 

Pra finalizar, não recomendo não, viu? Assistam o vídeo da Juliana desmaiada que é mais legal. Ou a cena em que o Bradley Cooper carrega uma boneca no colo. Melhor parte do filme, certeza. 


SELMA
Ava DuVernay
Elenco: David Oyelowo, Carmen Ejogo, Tim Roth
Indicações: 2
Indicado em: Melhor Filme (Best Picture), Música Original (Music - Original Song)

Selma? Aquele filme sobre Martin Luther King metendo pilha pras pessoas (negras) marcharem pelo seu direito de votar na cidade de Selma, Alabama. 

Não sei até que ponto o filme é realmente verídico, mas que filmão, hein? Com as pontas fechadinhas, Selma teve um dos finais que mais me deixou empolgada. O corte do filme misturado com vídeos da época? Meio clichê, mas aqui deu mega certo. 

É o filme esnobado do Oscar. O filme que deram uma indicação de música original (vai levar, na minha opinião) pra compensar a falta de indicação de melhor ator ou direção. Tirar o lugar do David, que eu não conhecia, pra colocar o Bradley Cooper é pra matar. E numa opinião meio impopular, achei a atuação da Oprah mais expressiva que a da Keira em Imitation Game. Ah, e claro: também é o único filme dirigido por uma mulher no Oscar desse ano. Então assim, oh: indico, viu? 

3 comentários

  1. A Teoria de Tudo foi o primeiro que assisti e gostei, achei bonitinho, mas não me emocionou tanto quanto emocionou muita gente. Também acho que o Eddie merece levar melhor ator, mas para melhor filme e atriz acho que há indicados mais fortes.

    American Sniper não quis nem me dar ao trabalho de assistir por conta de tudo isso que você falou. Achei que qualquer outro filme poderia ser indicado no lugar (tava super torcendo para Big Eyes :/ ).

    Selma foi o único - além de American Sniper - que ainda não assisti, mas ta separadinho aqui na lista. Realmente ele foi o grande injustiçado desse ano, shame on you, Academia.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Concordo que a indicação do Bradley Cooper no lugar do David Oyelowo foi um absurdo D: Como assim, gente? Eu nem vi Sniper Americano (boicotei feliz), mas o cara está GENIAL em Selma. Conseguiu construir um Martin Luther King super verossímil.
    O Eddie arrasou muito em Teoria de Tudo. Não consigo imaginar como esse menino ficou tantas horas naquelas posições.
    Também comentei minhas opiniões sobre o Oscar desse ano lá no blog. Melhor dia do ano <3
    Beijos!

    http://www.taryzottino.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sobre Sniper Americano: nem vi, nem veray. Me amo demais pra me fazer passar por uma experiência dessas hahaha (?)

    A Teoria de Tudo não foi o meu favorito e eu nem amei tanto assim (frustrada porque nem chorei e sou uma das pessoas mais choronas da terra), mas gostei bastante e as atuações são realmente muito boas.

    E Selma, realmente, que filmão. E que frustração ele ter sido tão esnobado. Ava tinha que ter sido indicada, e o ator também. Achei feio e rude da academia.

    Que pena que acabou a temporada oscar desse ano, agora só ano que vem :(

    Beijos!

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall