terça-feira, 4 de novembro de 2014

You're the Worst

Esses dias passeando por blogs sobre seriados, me deparei com esse post do Legendado falando sobre You're The Worst. Nunca nem tinha ouvido falar da série, e milagrosamente não tinha visto nada sobre ela no Tumblr (na época).

Decidi baixar o pilot pra ver se era tudo isso, e gente: é.

Pra ler ouvindo. 

A série tá na primeira temporada, tem só dez episódios, mas já foi renovada pra uma segunda.

Se vocês curtem comédia melosa, "bonitinha", eu indicaria que vocês fossem assistir A to Z, mas aparentemente felicidade de pobre dura pouco porque a NBC já foi rapidinha em cancelar uma das estreias mais fofas da fall season. De qualquer forma, se vocês querem uma comédia não-melosa, ácida, porém ainda assim lindinha, aí sim eu indicaria You're The Worst.

A série gira em torno da Gretchen e do Jimmy, dois personagens auto-sabotadores e destrutivos que acabam se esbarrando depois de um casamento e tendo uma noite ~daquelas~.

Nenhum dos dois do relationships, então já dá pra tirar uma temperatura de por onde a série segue caminho, né? Como diz o criador da série, "this was not a show that waited three seasons to see if they will or they won't. They did in three minutes". O que tá feito, tá feito. E é a partir daí que a série vai crescendo.

Além dos dois "principais", a gente conta com a presença nada sútil do Edgar e da Lindsay. Ele, amigo do Jimmy. Ela, da Gretchen. Os dois servem de apoio e os quatro juntos carregam a série de maneira divertidíssima.

(créditos)

E ainda mais: todos os personagens são multifacetados. Eles erram, acertam, falam merda, dão risada, choram. Não fica naquilo de personagem bom-personagem mau, porque vai bem mais além do que isso. E como diz o criador, Stephen Falk: a character doesn’t have to be good to be interesting, is something that they [the creators] too often forget. E se vocês tão acostumados com isso, vai ser ótimo assistir uma série onde facilmente você se identifica nos personagens, porque nenhum deles é idealizado. 

Pra mim, uma das descobertas do ano. Confiem na titia Ana e: ASSISTAM. Sério.

Obs.: Entrevista do criador da série. Vale a pena. 

Um comentário

  1. Nunca havia ouvido falar dessa série, mas você me ganhou com "os personagens são multifacetados". ♥ Se tem uma coisa que eu acho legal tanto em filmes quanto em séries ou livros é quando os personagens são humanos. Não aquela coisa de "esse é o bonzinho que sempre se ferra por conta do malvado ali ao lado". NÃO! É legal quando todo mundo tem um pouco de tudo, como na real life.

    A to Z eu quero ver, mas fiquei meio assim porque, poxa vida, já foi cancelada! E se eu me apegar? =/ Mas né, de qualquer forma ambas já estão na minha lista de séries que verei nas férias.

    ;*

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall