domingo, 20 de julho de 2014

Aos meus amigos

Não sou a melhor que tem em demonstrar sentimentos. Por sinal, eu sou é muito péssima nisso. Mas tá tudo bem, porque meus amigos já se acostumaram. 

Eles sabem que a demonstração vem de doze em doze meses e geralmente nessa época. A escrita. Com rasgação de seda e bonitinha. As outras demonstrações são pequenas, que quase nem dá pra enxergar, e quando aparecem são em forma de "tu é muito troxa", "aff sua vaca" ou "eu acho isso errado". 

Porque amizade significa se importar. E se importar não é só quando tá tudo bem. Todo mundo feliz, bebendo, se abraçando e gritando pro DJ ou pra banda tocar aquela música. Se importar é ficar triste por ficar bravo com a pessoa. Se importar é estar lá, nem que seja pela 17ª vez pelo mesmo "tá no hospital de novo". Se importar é aceitar, e tentar conversar, e não pisar em ovo. Amizade é poder falar de merda. Isso, merda mesmo. É poder enviar foto do machucado pra pedir opinião e compartilhar nojeira. Amizade é poder ir pra casa de alguém só porque "eu preciso muito de ti" e chorar por quarenta minutos sobre um assunto super pessoal ou familiar. Amizade é acordar a pessoa que tá dormindo na van e chamar pra comer batatinha porque a "aula tá muito ruim". Amizade é assistir vinte e dois episódios de uma série um atrás do outro e parecer um meth addicted no final da jornada (juntos!). Amizade é poder dizer "tu tá sendo um babaca". Amizade é brigar às vezes. Amizade é segurar o cabelo, passar água no pulso, na nuca, dar chocolate e não conseguir parar de pensar "eu espero que ela não sufoque no vômito feito Jane Margolis". Amizade é se convidar pra ir pra casa da pessoa pra dormir, ou assistir filme. Amizade é perdoar e pedir desculpas, e reaceitar pessoas na tua vida. Amizade é estar lá no pior, nem que seja às 4h de uma terça-feira e você precise acordar dali poucas horas. Amizade é apoiar que você vá pro outro lado do mundo, seja feliz, por mais saudade que tu vá sentir. Também é amizade ir irritar amigo às 5h da manhã porque a "noite foi muito louca". É aceitar os vícios, e até relevar quando a pessoa some por três meses por causa deles (nada grave, eu juro). Amizade é tranquilizar atual do ex porque tu quer que ambas as pessoas sejam felizes, e felizes por perto, de preferência. Amizade é chorar num quarto durante as férias porque tu não tem como ir consolar a tua amiga que acabou de perder o pai. Amizade é dizer "quero pizza, faz pizza. E macarons" e basicamente se aproveitar de dotes culinários de pessoas que tu queria ver muito mais. É aceitar e apoiar as diferenças, os ensaios e as preferências de alguém que divide o mesmo quarto que tu. É criar planos mirabolantes pra ajeitar encontros entre pessoas que você só deseja o bem. É falar tanto, mas tanto numa van que provavelmente todos queiram matar vocês no final. É dançar música meio celta, meio estranha no meio de muita gente, com copo de cerveja na mão e achar o máximo o barulho da madeira sendo pisada por vocês. É segurar lanterna às 5h, no meio do mato, porque você realmente precisa ir fazer xixi. É dançar Rouge depois de péssimas escolhas. É obrigar anexo querido do teu amigo a tirar selfies contigo, por mais que a pessoa não goste de fotos. É conversar numa boa sobre dilemas da vida, desamores, desencontros e dificuldades financeiras, de saúde ou até de péssimos cortes de cabelo. 

E tudo isso vem um pacote que diz que talvez não seja assim sempre. Talvez exista uns arranca-rabos. Talvez a gente se distancie. Talvez a gente se aproxime. Talvez um queira quebrar uma garrafa na cabeça do outro. Talvez a gente não concorde em tudo. E nem queira as mesmas coisas. Mas por algum motivo, que talvez nem R'hllor conheça, nossos caminhos se cruzaram e por algum outro desconhecido motivo, a gente se uniu. 

A real é que não importa. Porque no fim do dia, todos os dias, eu sei que posso dormir agradecida de ter quem eu tenho por perto. E porque falta "eu te amo" falado por mim na minha vida, mas com toda certeza não falta amor por essas pessoas. E hoje eu vou deitar, mais uma vez agradecida, mas também mais uma vez pedindo que quem esteja por perto, que continue, e que quem esteja longe, que volte pra mais perto. Porque, afinal, "amizade é maior do que tudo já diziam os antigos".

3 comentários

© OH SO FANGIRL
Maira Gall