sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Diarinho pra provar que ainda existe vida

Então eu quebrei horrendamente com a minha promessa de postar pelo menos uma vez por semana em setembro. Mas ao menos consegui fazer outras coisinhas.

No começo do mês eu fui ao McDonald's com uma amiga porque havia visto uma foto do novo McFlurry de Prestígio e daquele momento pra frente eu simplesmente precisava daquilo na minha vida. Spoiler: nem é tudo isso. O negócio é bom, mas eu esperava horrores e não superou as expectativas. Expectativas, sempre complicando com a nossa vida.

Ainda na primeira semana do mês, terminamos (eu e o boy) de assistir Narcos. Pra quem ainda não sabe, Narcos conta a história do traficante colombiano Pablo Escobar, aqui interpretado pelo brasileiríssimo Wagner Moura. A série é boa e mantém um bom nível, mas é mais uma série que você não sente preguiça de assistir do que uma série que você entra em espiral binge-watching e precisa assistir tudo em um dia. Também por aqueles dias resolvi criar um álbum de fotos no meu celular chamado de "cervejinhas". Vejam só: apesar de não entender nada sobre, eu curto experimentar cerveja. Muito. De verdade. Eu já havia tardiamente começado a tirar fotos das garrafinhas que estávamos experimentando porque estávamos indo comprar as coisas e não estávamos mais lembrando do que já havíamos bebido, então só caí na graça de finalmente criar o álbum, dar uma editadinha nas poucas fotos que eu tinha atinado de bater, criar um bloco de notas pra anotações e agora (que é sagrado) não vejo a hora de lotar o "cervejinhas" with all the beers.

Algumas boazudas.
Foi nos primeiros dias de setembro que eu finalmente consegui sentar, respirar e fazer o planejamento de estudos e trabalhos para o semestre. Um mês depois das aulas terem começado. Eu vivo perigosamente, como vocês podem ver. Se eu quis chorar? Sem dúvidas.

No entanto, disparado o evento mais importante do início de setembro consistiu em eu ter parcialmente falido (se pessoas físicas pudessem falir) comprando o Lollapass. Migos, verei Florencia, Mumford e Of Monsters and Men. Ao vivo. Eu que o único festival que tenho como parâmetro pra comparar é o Planeta Atlântida, vou no Lolla. Eu que nunca fui pra São Paulo  ̶̶̶̶̶̶̶̶  ao não ser que ficar 6h em no GRU conte como conhecer São Paulo, vou pra SP. Eu vou pro Lolla. Chorarei. Inclusive, se alguém de vocês for também, vamos chorar juntxs?

Na segunda semana eu consegui resolver meu problema chato. E isso tirou 27kg de peso emocional das minhas costas. Em compensação eu me senti com 27kg a mais, e numa ideia de jerico decidi "fazer dieta" e fechar a boca. Me senti miserável mas me olhava no espelho e, apesar de saber que é mais desformidade entre a realidade e o que eu enxergo do que qualquer outra coisa, eu me sentia mal. Larguei a "dieta" uma semana depois, sem sentir diferença alguma e ainda miserável.

No segundo final de semana do mês eu viajei com os meus amigos pro litoral. A previsão pra minha cidade era de 1ºC. Em setembro. E eu e meus amigos achamos de bom grado ir pro litoral. E olha, foi mesmo.

Era uma viagem que a gente queria fazer desde a época de ~terceirão~. Foi algum tempo de planejamento mas finalmente deu certo. No sábado saímos cedo (cedo demais) (pra um sábado) (7h é cedo!!!) e na parte da tarde tentamos ir pra beira do mar. Foi uma péssima ideia que deixou todo mundo empanado de areia. Chutei umas bolas, fingi que sabia jogar vôlei, bebi muitas cervejas, e às 16h eu estava de pijama pela casa. Comi bem, li meu livrinho (faz um mês que eu tô pra ler um livro de 220 páginas. Shame on me) na rede e às 23h eu já estava destruída.


No domingo o tempo acalmou e conseguimos ir pra beira do mar (!!!) jogar taco (que eu sou péssima), virar estrelinha, molhar os pés e pegar um solzinho. Chutei mais umas bolas, fingi de novo que sabia jogar vôlei, bebi uma cerveja, que era a resistente que sobrou do dia anterior, e foi tudo muito bom. Naquele dia cheguei moída em casa depois das nove da noite. Tomei banho e caí na cama feito um tomate podre.

No outro dia eu não conseguia andar direito, nem mover os braços, e me senti muito mal por ser sedentária. Matei aula naquele dia só pra ficar em casa deitada e ir dormir cedo. E percebi que havia queimado o couro cabeludo. Eu nunca aprendo.

Naquela semana eu também matei aula na quinta-feira porque um dos meus professores não iria dar aula, e eu que não ia pra lá só pra assistir uma hora e vinte de blablablá e ter que ficar uma hora e meia esperando pra ir pra casa, né? Foi nessa quinta-feira que terminei de assistir Mad Men (aqui eu falei um pouco sobre a série), e terminei chorando. Eu amei tanto mas tanto essa série que nem sei explicar. O final me destruiu de uma maneira que eu não sei explicar. Eu chorei nos últimos episódios e senti um vazio enorme depois de escutar a música da Coca-Cola (entendedores entenderão). Queria poder indicar essa série pra todo mundo mas reconheço que Mad Men não é pra todo mundo. É uma série sobre personagens, gente como a gente, e cotidiano. Não tem grandes acontecimentos à la Ozymandias de Breaking Bad, mas trabalha com sutilezas e nuances na personalidade de cada um dos personagens, e como cada acontecimento (eu falei que eles mesclam acontecimentos históricos na trama da série?) os afeta, com maestria. É maravilhosa assim mesmo.

Eu depois do Emmy. Tristonha.
O terceiro final de semana (o último) deu início aos meus estudos pras provas. Parte do sábado e do domingo foi reservado a estudar direito tributário II (que é chato d+ aff tão chato) e direito do trabalho II. Achei que consegui adiantar bastante coisa e penso que não me sobrecarregarei demais nos próximos finais de semana. Inclusive, baixei um aplicativo, o Pomodoro, pra otimizar meu tempo de estudo e isso me auxiliou bastante. Outra parte do sábado foi reservado a ir numa hamburgueria com os amigos. Pedimos batata-frita e por alguma frustração do destino depois de dar fim nas batatinhas, meu estômago fechou. Então fiquei encarando o povo comendo xisões enquanto amaldiçoava meu estômago por ser fresco (nesse mesmo dia, horas mais cedo, eu tive um pouco de náusea, então talvez tenha a ver com isso). No outro dia do final da tarde fui na casa do troxa, ops, boy, e depois de muuuito tempo peguei na mão o controle de um console pra tentar jogar videogame. Jogamos Until Dawn por três horas que passaram em três minutos e até a metade dessa semana eu fui dormir pensando nos bichos daquele jogo. Se quero continuar jogando? É óbvio. Nesse mesmo dia frustrei minha alma fangirl assistindo o Emmy, e agradeci ao deus que cuida das fangirls por esse evento ter acabado meia-noite, porque imagina que morte horrível esperar até duas da manhã pra ver Game of Thrones em sua pior temporada ganhando de Mad Men? Ew, né?

No mais, essa semana não teve nada de muito significativo. Mas eu tô viva, viu? E com esse post mala eu provei. 


Obs.: Acho que a ressaca pós-BEDA matou ou minou a vontade de escrever de várias pessoas que eu conheço. Na real, eu acho que depois de respirar aliviada no último dia 31 todo mundo meio que quis focar em outras coisas, ou sei lá, só pegou bode mesmo. Tipo eu. Por isso do sumiço.

7 comentários

  1. Miga, antes de mais nada, acho que tá tudo bem em não postar uma vez por semana. Queria que você estivesse escrevendo horrores, uhul, beda is back? Sem dúvida. Mas olha só, você escreveu 31 dias seguidos, sem parar. Acho que dá pra respirar um pouquinho. Não suma pra sempre, mas eu super entendo o bode geral.

    Enfim, vou dar aqui minha opinião não-requisitada sobre as coisas que posso. Narcos: curti muito, mas ainda não sei se amei. A série é boa, as atuações são boas, pelo menos a maioria; achei sensa ela ser praticamente toda em espanhol e tal; sem contar que nos últimos episódios eu já tava pirando pra ver tudo. Só que eu me incomodei muito com o negócio dos duzentos diretores diferentes e acho que isso acabou contribuindo pro meu segundo incômodo que foi o ritmo da narrativa. O final mesmo me deixou bem nhê, não me instiga a continuar assistindo, mas eu vou porque sou eu e não abandono nada né hehehehe.

    Invejando muito fortemente seu Lollapass. MUITO FORTEMENTE. Tava aqui fazendo altos planos, uhul, vou no Lolla, ai de repente fui mandada embora do estágio e agora não tenho dinheiro pra nada. Pois é. Que vida maravilhosa. Por favor, curta por mim.

    Ando numa vibe parecida de me olhar no espelho e me sentir mal, mas não no ponto de fazer dieta - o que sinceramente não diz muita coisa, porque sempre que invento de fazer dieta, desisto antes de ter a chace de ver algum resultado. Entendo que essa visão é muito mais coisa da nossa cabeça (ou dessa sociedade maravilhosa que a gente vive, risos), mas né, fazer o que. Não se sinta miserável. Mas se sentir, saiba que eu tô me sentindo também hehehehe.

    Sobre a viagem: invejando muito fortemente. Cadê dinheiro pra eu ir pro litoral. Sobre o Emmy (quase digitei Grammy, realmente sei muito das coisas) nem me dei o trabalho de assistir porque não ia aguentar ver Game of Thrones fazendo farra. Quem aceita um negócio desses? Eu, obviamente, não.

    Agora sobre esse negócio do hambúrguer, umas história rapidão (rapidão mesmo que eu sei que esse comentário já tá insano de tão grande. Desculpa, é a sdd <3): esse ano uma das minhas melhores amigas resolveu comemorar o aniversário numa hamburgueria que eu amo, amo demais. Tudo muito bom, tudo muito legal, pedidos feitos, meu hambúrguer chega com batatas e tudo. Eu, gênia, comi a batata inteira antes e na hora do hambúrguer cadê a fome? Isso mesmo, tinha ido embora, fugido pras colinas, dando um passeio bem longe de mim. Maior dor da vida ter desperdiçado aquele hambúrguer maravilhoso, aquele bacon divino (é você que não faz um big deal com bacon? eu claramente faço e casaria com bacon em vegas bjs bjs mundo) e tal. Sdds sdds sdds e muitos arrependimentos.

    beijo <3




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. miga, desculpa pelo comentário. Ele ficou bem maior do que eu imaginava D:

      <3

      Excluir
  2. Guria, eu acho que nunca tomei cerveja. Não tenho lá muita certeza disso, mas se não me engano a única coisa que já tomei é vinho. Porque eu escolho bebidas e alimentos pelo cheiro, sabe? E cheiro de vinho = ♥ A M O R

    Sobre o McFlurry de Prestígio: não provei nem provarei pois sou alérgica a coco (lagriminhas), porém lembrei de uma história: sempre tive uns problemas com as coisas do Mc, especialmente sorvetes. Aí, um dia, tava a caminho de um encontrinho de blogueiras e não aguentava mais de calor. Parei no Mc com uma miga blogueira e pedi algum tipo de sorvete. Tomei e foi maravilhoso. Meia hora depois, lá no parque, onde o encontrinho aconteceria, quem é que começou a fazer a Reagan e vomitar sorvete? POIS É. E um carinha ainda surgiu do mais absoluto nada com um violão e começou a cantar uma musiquinha improvisada de VAI PASSAR, COLOCA PRA FORA. Gente, me senti numa sitcom, de verdade. Mas o fato é que: a. as gurias blogueiras nunca mais duvidaram das minhas histórias e b. não tornei a tomar sorvete do Mc. Não rola.

    E todo mundo foi focar em outra coisa depois do BEDA. Claro, né? IMAGINA ESCREVER DURANTE 31 DIAS SEM PARAR, SOCORRO?! Na verdade, eu escrevo religiosamente todos os dias, mas não publico. Publicar é outra história. Quando vamos publicar algo o trabalho é triplicado. Enfim.

    Nem acredito que já estamos no final de setembro. Quando tu falou que nos primeiros dias de setembro blablabla, eu fiquei QQQQQ?! Mas o calendário não deixa que eu me engane: outubro já está aí. KD MEU ANO, HELP! ~I need somebody~

    Contudo, fica o comentário de: POSTA MAIS ♥

    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  3. Nada no Mcdonalds é mt bom, amiga, eles vendem comida de plástico. Tente o Bob's.

    Cerveja artesanal é algo maravilhoso <3

    Ainda não me interessei por Narcos, o que é estranho, já que está todo mundo viciado nisso.

    Queria ter comprado o Lollapass pelo EMINEM, mas na real a minha vida é completamente louca e eu não faço ideia de como as coisas vão estar no ano que vem e se eu poderia ir.

    MadMen foi a melhor série televisiva de todos os tempos. O pessoal do Emmy não sabe porra nenhuma.

    ResponderExcluir
  4. Que bom ver post novo! ♥

    Li no dia em que você publicou, mas a vida aconteceu no meio do caminho e só consegui vir comentar agora. Mas é aquela história, antes tarde do que nunca, né? E eu entendo perfeitamente que depois do BEDA role uma indisposição em postar pq, né, afinal de contas foram 31 dias escrevendo sem parar e todo dia. Vou sentir falta de posts novos? Vou, mas consigo conviver com isso (e posso sempre vir pedir, né! HAHA).

    Então, não chegada em bebida. Até experimento, mas fora um licor super doce (acho que é Alexander), não tem nada que eu possa dizer "MY GAWD, como eu amo beber". Sei lá, não é minha vibe. Pra você ter ideia até Duff eu já provei, mas ficou por isso mesmo.

    E você sabe como fiquei revoltadíssima com essa história de GoT ter ganhado de Mad Men como melhor série, então nem vou me estender muito no assunto. Mentira, vou sim, pois só você me entende: QUE HORROR, HORROR, SHAAAAME. Mad Men foi um primor do começo ao fim, acho que não teve uma temporada que pensei "bah, mas perdeu a qualidade". Bem diferente de GoT, como todo mundo sabe. Achei uma lástima esse prêmio. Mas pelo menos Jon Hamm lindo e maravilhoso levou o dele pra casa. ♥

    E Narcos, ainda não assisti. Comecei o primeiro episódio, mas não embalei. É, essas coisas acontecem, acho que preciso estar no clima certo para encarar. E é por isso que até hoje não assisti Breaking Bad, apesar de saber que geral idolatra.

    Enfim, tô estudando muito comprar o Lollapass, quero ver Flo! Aí te digo se de fato o fizer, e vamos ser ninfas da floresta juntas, YAY.

    Beijo! ♥

    ResponderExcluir
  5. Fui no Lolla todos os anos, e quero muito ir ano que vem. Eles ameaçaram de tentar trazer o Mecklamore no proximo lolla e eu to aqui chorando na expectativa =((
    Menina, sabe que eu viciei em Narcos? Assisti tudo de uma vez só ! haah que loucura né!

    AMei a ideia do seu diariho, mais posts assim por favor!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda não comprei o lolla pass (e acho que vou comprar só quando sairem os dias dos shows) mas estarei lá pra assistir e morrer de amores com a Flo, com OMAM, Mumford e com Alabama Shakes<3 quero demais, vô bem MORRE se acabar não conseguindo ir, sério hahahaha.

    Sobre as cervejinhas: amo/sou.
    Tb gosto de comprar algumas diferentes no mercado e por mais que eu não entenda muita coisa, eu quero é bem saber de onde elas são. Esse negócio de provar bebidas de outros lugares do mundo é demais, né? HAHA tava com uma coleção bonitinha aqui até meu gatinho querido quebrar minhas duas garrafinhas preferidas, mas okay. Agora é achar delas novamente hahaha.

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall