quinta-feira, 8 de maio de 2014

Cristina Yang, volte aqui

Grey's Anatomy é uma das minhas séries favoritas. Lembro de ter feito maratona da série quando esta ainda estava no começo ou meados de sua sétima temporada. Hoje, na décima, eu já não sinto o mesmo amor pela série como sentia antes. E isso basicamente porque a Shondanás conseguiu tirar e/ou matar alguns dos meus personagens favoritos. Ou o meu OTP favorito. Ou o meu OTP dos OTPs. Sei que isso tem mais a ver com o fato dos atores quererem sair, mas não há episódio bom que tire do meu peito fangirl o amargo que a season finale da sétima temporada deixou.

Ano passado, quando ficamos sabendo que a Sandra Oh deixaria o seriado após a décima temporada, foi como se a realidade dos fatos nos engolisse: Grey's Anatomy tá chegando ao final.

Vocês devem pensar que dez temporada é mais do que prazo expirado pra série com mais de 20 episódios por temporada, e até poderia ser se a Shonda não achasse um jeito de ainda nos surpreender. Ou me surpreender.

Mas sem Cristina Yang? Eu não vejo o porquê da série ir muito mais pra frente. Assisti Izzie nos deixando, George morrendo, Burke largando casamento, Teddy fugindo depois de ficar viúva, SLEXIE MORRENDO (!!!), Webber sendo eletrocutado, e mais mil tragédias que só uma mente maligna poderia fazer com os telespectadores.

Agora Cristina Yang se mudando pra outro continente? Isso é inaceitável. E é inaceitável porque a Meredith é o coração e a Cristina o cérebro da série. Elas, juntas, se amando ou odiando, são a pacote completo e grande parte do porquê a série ter dado tão certo. As duas não poderiam ser mais diferentes, e deve ser por isso que a amizade delas é tão marcante (ou a amizade delas com a tequila).


Além disso, não há palavras pra descrever tudo o que a Sandra Oh nos proporcionou nessas dez temporadas. As atuações impecáveis, as risadas maníacas, as piadas anti-sociais. Tudo.

E é por ter nos dados "tudo", que eu não consigo aceitar ser deixada com nada agora, agora que não é nem temporada final.

Aos poucos, Grey's foi perdendo o brilho e mágica (M.A.G.I.C.?) que tinha no começo, e eu pude suportar porque minha soul-spirit ainda continuava ali, firme e forme. Com a Yang saindo, agora, a série vai começar a se apagar -- de vez, e daqui a pouco não vai ter brilho o suficiente pra acabar de cabeça erguida, como deveria (ainda que in Shonda we don't trust but we believe she'll give us the best).

Por isso, Cristina Yang, volte aqui, porque eu ainda não estou preparada pra deixar você ir. :(

Um comentário

  1. Como eu nunca tinha lido esse post antes? Como?
    Meio que definiu tudo que eu senti quando soube que Sandrinha iria nos deixar. Meu coração ficou em pedaços </3 Na verdade, eu não sabia nem o que esperar. É claro que vida que segue... Fiquei "feliz" em um momento pelo rumo que a personagem tomou, mas não dá. A série não é a mesma sem Yang. Sempre sentirei saudades.

    Sinto que cada vez mais a série tá se desgastando, aos poucos os personagens vão se perdendo, alguns novos (e a maioria irrelevante) vão aparecendo... Daqui a pouco não sobrará ninguém do elenco original. Só a Maria Edite, é claro, e seu carrossel que nunca para de girar. hehe

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall