sexta-feira, 24 de abril de 2015

33 coisas que vocês não precisavam saber, mas agora sabem

É, gente. É um daqueles posts. Cês sabem. Aqueles posts de quando a gente tá sem ideia do que escrever — e olha, vou confessar pra vocês que ultimamente eu ando bem sem ideia (mas tô de bem de boa, feliz, leve, matando muito tempo fazendo vários nada & also de saco cheio da faculdade)

Então pra não deixar o blawg querido às moscas (embora eu queira muito falar sobre umas sériezinhas porém com uma preguiça imensurável), aqui vai uma tag divertida que eu vi no blog da Ana Luísa e que deu vontadezinha de fazer.

1. Por que você costumava levar bronca quando criança?
Geralmente era porque eu e a minha muy querida irmã saíamos no tapa no meio de uma discussão. Tinha de tudo no nosso ringue pessoal (chamado de: quarto): puxada de cabelo, cuspe na cara, puxada de cadeira, cintada no rosto. Falando assim parece 50 Tons de Não Li Nem Vi Nem Lerei Nem Assistirei. Mas na verdade era só a clássica ~irmandade~. Ou também porque eu tinha aquela mania maravilhosa de roer unha. Lembro até hoje de um tapa que a minha mãe me deu na mão uma vez que tudo o que eu queria era roer a unha até o talo. Nevermore.


2. Quando foi a última vez que você saiu sem rumo?
Sair andando de carro com os migos sem ideia do que fazer não conta, né? Se conta, there's that. 

3. Três objetivos para o seu futuro...
  1. Me formar. Sei que isso só lá por meados de 2017, se a sorte e as minhas notas me deixarem. 
  2. Viajar. Pra New York, aquela cidade maravilhosa que nunca dorme, de preferência.
  3. Me estabilizar na vida. Como, não sei. Concurso talvez. Quero ter estabilidade pra fazer o que eu gosto, com quem eu gosto junto. Nothing fancy, juro. 
4. O que você encontraria se abrisse a geladeira nesse exato momento?
Ovos (segundo minhas migas em meados de 2008 - eu trabalho muito), presunto, queijo, leite integral, leite sem lactose (moi), maionese, ketchup, mostarda, pimenta, queijo ralado, danoninho (a girl's gotta do what a girl's gotta do), iogurte, frutas, verduras e legumes, água gelada, suco (?), cerveja... Não lembro de tudo. 

5. Qual tecnologia ocupa mais seu tempo?
Computador. Trabalho com isso, então...

6. Uma coisa usada que você comprou...
Comprei um shorts jeans de cintura alta de uma amiga minha. O shorts em questão tá lá em casa há quase dois anos, eu já usei mil vezes "emprestado", mas a gente oficializou a compra mês passado. O negócio é oficial agora. Estamos em um relacionamento sério.

7. Qual a primeira coisa que você faz ao acordar?
Reclamei mentalmente do quanto queria dormir mais & pensei o quão ruim devia tá meu cabelo.

8. Do que você precisa nesse exato momento?
Um bom banho, colocar meus pijamas, organizar a night para que haja série (pobre do meu coração assistindo Grey's Anatomy hoje), filme e pipoca. Tô bem necessitada disso. 

9. Qual foi a última coisa que você leu, ouviu ou assistiu que te inspirou?
Before you speak, ask yourself: is it kind, is it necessary, is it true, does it improve on the silence?
Li essa frase há semanas no tumblr. Reblogguei, taggeei (como se escrever isso? Tagear taggear taggeei tageei HELP) como #ffr e #to do. E não esqueci.

10. Um souvenir que você comprou ou ganhou...
Ganhei um chaveirinho da Torre Eiffel direto de Paris da minha amiga (a do shorts). Tá no meu chaveiro fazendo estrago enquanto briga com com a tela do meu celular (não o oficial e sim o de ouvir música mesmo. Sim, é real).

11. O que te deixa estressada?
"Tudo te irrita", diria meu ~amigo~. Mó mentira, nem tudo me irrita ou me deixa estressada. Ficar sem dormir me deixa estressada. Ficar sem almoço, ou comida no geral, mas principalmente o almoço, me deixa estressada. Gente falando boxta sobre feminismo também. Trânsito trancado. Deadlines me estressam. E acho que eras isso. *peace*

12. Já morou em outro país além do Brasil?
Não. E nunca tive essa vontade de morar fora do Brasil. Tenho vontade de conhecer, talvez fazer um intercâmbio por uns meses. Mas até hoje, morar de verdade fora? Nope.

13. Você tem tatuagem?
Não. Já quis, pensei mil vezes, imaginei algumas outras, e aí lembro da minha cicatrização ruim e deixo de lado.

14. Qual foi a última coisa que você pesquisou no Google?
Algo sobre a tipificação da fraude contra credores no Código Penal. Vida acadêmica, essa dádiva maravilhosa.

15. Qual sua maneira de ser egoísta?
Quando penso, penso sempre em como vou me sentir se fazer x ou y. Penso em como me afeta, se afeta. E depois penso nos outros (mas penso nos outros, viu?). 

16. O que demora demais?
Minhas aulas. Elas não acabam nunca. Nunca. Nunca.

17. A última vez que você ficou acordada a noite toda...
Numa janta bonitinha chamada de apocalipse. Eu e meus amigos bebemos demais, quebramos coisas, e eu acabei indo dormir quando o sol já tava começando a querer aparecer. Regret nothing. 

Sempre uma boa opção.
18. Qual comida que todo mundo ama mas você odeia?
Não é bem odiar, mas não sinto, nem nunca senti o apelo por comida japonesa, chinesa, e essas coisas. Aquelas coisas cruas, aquele arroz meio estranho. Gente, quem come isso quando se tem rodízios de massa, pizza, carne e fondue por aí? Melhorem, pessoas. 

19. O que você está vestindo agora? O que essa roupa diz sobre você?
Bota cano curto estilo wannabe coturno, calça "montaria" (que eu só uso porque é infinitamente mais confortável que calça jeans, mas não tão confortável como calça estilo academia), uma malha meio comprida cinza com umas águias estampadas (House Arryn!). Essa roupa diz que: eu não posso sair de pijama, então vai tu mesmo. E porque pra trabalhar fica mais bonitinho do que meus tênis de guerra e moletom, néam.

20. Já fez amigos ou se apaixonou por alguém que você conheceu pela internet?
Já fiz muitos amigos, hoje em dia a gente quase não se fala mais, mas eles estão todos firmes e fortes em minhas redes sociais, recebendo meus likes tímidos e uma troca de papo de vez em quando. Bem saudável, bem munito.

21. O que te faz perder o sono durante a noite?
Picuinha, briguinhas, tretinhas. Eu tenho um problema enorme com ficar batendo boca (dedos?) na internet até tarde da noite, em especial quando é com gente que eu gosto. Eu fico numa pilha horrível, durmo mal, acordo mal. Fico toda errada. 

22. Qual foi a primeira coisa que você comprou com o seu dinheiro?
Provavelmente comida. Aquelas coisas tipo: "vamos nos reunir pra comer porcaria?" Então... Eu curto comer.

23. O que tem na sua prateleira?
Livros, menos de 100. Alguns CDs. Um cofrinho de uma cabine-telefônica-de-adivinhem-onde. Um box de filmes da Audrey Hepburn, a S01 de GoT, o DVD de (500) Days of Summer, alguns enfeitinhos e uma plaquinha We Can Do It.

24. Como você se acalma depois de um dia estressante?
Tomo um banhão™, e se tenho tempo assisto alguma série pra tirar a mente do estresse. Ou coloco alguma banda querida tocar e faço uma terapia musical

25. Escreva sobre algo que você quebrou...
Sobre a pergunta 17. Então... Bebemos muito, né? E é claro que eu caí no banheiro e quebrei METADE (VIU MIGOS METADE ALGUÉM QUEBROU O RESTO) da tampa do vaso. E depois fazendo vira vira de cerveja (quem tem essas ideias?) eu bati meu copo em outro copo e acabei quebrando um (1!!!) dos copos. Classic euzinha.

26. O que você mais gosta de comer no café da manhã?
Eu sempre como a mesma coisa de café da manhã: pão com algo (nata, requeijão ou margarina) e uma xícarona (?) de leite com café. Yeezus.

27. Como quer que sua vida de aposentada seja?
Calma. Com saúde e dinheiro o suficiente pra não ter que viver preocupada. De preferência colocando em dia as leituras que prometi pra mim mesma que faria durante a vida. 

28. O que você leva em consideração ao votar num partido político?
Olha, eu não voto em candidatos de só um partido. Comecei a criar consciência política faz poucos anos, e foi ano passado que realmente pus em prática. Levo em consideração aquele candidato/partido que fecha mais com os meus ideais. Li em algum lugar que quem quer defender tudo, não defende nada. Então a gente foca nossas ~bandeiras~ naquilo que acha ser mais importante pra nós. Fiz isso nas últimas eleições e tô bem de boa com as minhas escolhas. 

29. A religião é um fator importante na sua vida? Por quê?
Sou católica, mas não pratico muito. Vou na missa poucas vezes por ano. E discordo de muita coisa que a bíblia/Igreja impõe. Já frequentei centro espíritas também. Faz tempo, mas lembro de gostar. Eu acredito em Deus, numa força maior. Acredito em vidas passadas. Peço e agradeço, e acho importante ter fé, ou se sentir espiritualizado de alguma maneira. Não diria que isso seja um fator mega importante, mas é um fator que tá aqui e vai ficar. 

30. Como está sua casa agora, limpa ou suja?
Meio limpa, meio suja, vou limpar tudo hoje (...I can hear the angels singing...). Algumas coisas minhas estão desorganizadas, então escuto aquele alerta longe de "arrume as coisas arrume as coisas". Vocês imaginam como eu tô.

Hoje, é hoje, é hoje, é hoje!
31. Você não economiza quando o assunto é...
Eu sou péssima economizando. De verdade. Preciso de umas dicas. Hoje em dia eu ando mais controlada com essas coisas, até porque não dá pra economizar com contas fixas (foda virar gente grande). Mas antigamente eu não sabia sair pra comprar uma blusa e voltar só com uma blusa. Eu tinha que voltar com três sacolas e atolada em continha de roupa (meio bom virar gente grande).

32. Você separa o lixo para reciclagem?
Em casa a gente separa em orgânico e seletivo. No lugar que eu trabalho e mais ainda onde eu estudo às vezes vai tudo pro mesmo lixo porque só tem um, o que complica um pouco. Mas nesses lugares geralmente se tem mais lixo seletivo, né?

33. Sua sobremesa favorita?
Sou aquele tipo de pessoa que come a sobremesa horas depois porque muito provável eu não vá conseguir comer depois do almoço. E eu gosto muito de mousse de limão e maracujá, e um doce que minha mãe faz que lembra o Danette, Danone, do jeito que eu gosto. Mas não piro muito em sobremesas. 

5 comentários

  1. Sobre nunca ter sentido o apelo por comidas japonesa/chinesa: te entendo, hein. Te entendo e muito. Dá cá um abracinho e comemoremos com pizza! <3

    ResponderExcluir
  2. Gente, que coisa horrível essa tag. A primeira vez que vi achei um absurdo, como assim falar 33 coisas aleatórias, quem vai ler um troço desses, que coisa mais chata, etc etc, até que todo mundo começou a entrar na onda e eu comecei a achar divertido pacas e terminei pagando minha língua e postando também?
    Amiga, comida japonesa e chinesa são tipo meu céu no quesito culinária. Não fosse tão trabalhoso, faria fácil em casa todos os dias, até virar uma bola de arroz e peixe cru, e sair rolando por aí. Mas entendo muito quem não acha OH MEU DEUS MELHOR COMIDA DO MUNDO porque se até eu, que amo demais e comeria todos os dias, vez ou outra pego bode, o que esperar de quem não ama tanto assim?

    beijo!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
    E se gostar e desejar comente.
    Que Deus vos abençõe e guarde.
    Abraço.Peregrino E Servo.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Estou simplesmente adorando acompanhar as respostas desse meme! São tantas coisas com as quais se identificar, tô amando! Me identifiquei com a questão da comida japonesa - não há nada que me convença que aquilo é bom! - e as sobre votar em partido político e religião, poderiam facilmente serem respostas minhas, rs. Tô considerando responder essa tag, fiquei com vontade, haha! XD
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Realmente as perguntas são desnecessárias, mas eu adoro ler esse tipo de post e conhecer um pouco mais da pessoa que está do outro lado.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© OH SO FANGIRL
Maira Gall