domingo, 17 de novembro de 2013

Catching Fire

Li a trilogia de The Hunger Games no final de 2011 e minha memória pra livro só funciona assim: leio, lembro de tudo e depois só lembro das coisas importantes. Ainda mais quando os livros ficam atrás de livros com 800-e-poucas-páginas-que-eu-não-preciso-nem-falar-o-nome-porque-vocês-já-conseguem-imaginar-quais-sejam.

De qualquer forma, fui pro cinema na noite de Sexta-feira com a mesma animação que fui em Março de 2012 assistir a estreia da trilogia. Apesar de eu e minhas amigas sermos obrigadas a esperar mais meia hora do que o horário previsto (maldito projetor queimado!!!), quando entrei na sala tudo o que eu pensava era: COMEÇA DE UMA VEZ!

E mesmo com o coração apertado achando que esse filme iria me decepcionar, uma vez que trocaram o diretor de um filme pro outro, tentei acalmar os ânimos negativos e simplesmente esperar pelo início do filme pra depois tirar minhas próprias conclusões.


E, gente, que filme! Apesar de não lembrar com memória fresca de todos os detalhes sórdidos do Catching Fire, mesmo esse sendo meu livro favorito dos três, eu saí do filme mais satisfeita impossível.

Não parei pra ler as críticas e as opiniões de outras pessoas pra saber o que andam pensando, mas eu com toda certeza adorei o filme. As atuações estão impecáveis, os efeitos, as falas... A adaptação inteira foi muito bem feita e de muito bom gosto.

Deu pra rir, pra chorar, pra ficar com raiva, e ainda mais: sair do cinema sem conseguir parar de pensar "CADÊ MOCKINGJAY PARTE I??????????", especialmente mais depois daquela cena final onde tu pensa: "shit is getting real".

O filme é visualmente lindo. A JLaw tá (ainda mais) se superando. O Sam Claflin, pra quem torci o nariz primeiramente, interpretou um Finnick pra lá de bom. A Jena Malone como Johanna foi simplesmente tudo e mais um pouco do que eu esperava. As cenas no Distrito 12, na Capital e na arena (!!!) foram além da expectativa. Todo o filme foi bem casado com uma trilha sonora que tem o mesmo nível de awesomeness do primeiro filme. 

Então, pra não perder a graça contando tudo, corram pro cinema e assista Catching Fire que eu (quase) prometo que vocês não vão se decepcionar.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© OH SO FANGIRL
Maira Gall